quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

CAMARA MUNICIPAL DE SERRINHA DOS PINTOS

PRIMEIRA LEGISLATURA

A primeira Câmara Municipal de Serrinha dos Pintos foi eleita no dia 3 de outubro de 1996 e instalada em 1º de janeiro de 1997, assim constituída:

1 – EUGÊNIO GOMES DE OLIVEIRA

2 – FRANCISCO DASD CHAGAS OLIVEIRA

3 – FRANCISCO HEIDER DA SILVA

4 – FRANCISCO VALCI DA COSTA

5 – JOÃO BATISTA DE QUEIROZ

6 – JOSÉ NUNES NETO

7 – JOSÉ SILVA DE OLIVEIRA

8 - MARIA GERALDINA DE FATIMA

9 – RUI MORAIS DA SILVA

SEGUNDA LEGISLATURA

VEREADORES ELEITOS EM 01/10/2000

1 – FRANCISCA DAS CHAGAS DE FREITAS – 419 VOTOS

2 – FRANCISCO DAS CHAGAS OLIVEIRA – 347 VOTOS

3 – JOSÉ NUNES NETO – 294 VOTOS

4 – EUGÊNIO GOMES DE OLIVEIRA – 253 VOTOS

5 - RUI MORAIS DA SILVA – 247 VOTOS

6 – MARIA GERALDINA DE FÁTIMA SANTOS – 170 VOTOS

7 – JOSÉ DA SILVA DE OLIVEIRA – 164 VOTOS

8 – JOÃO BATISTA DE QUEIROZ – 151 VOTOS

9 – FRANCISCO COSTA – 141 VOTOS

TERCEIRA LEGISLATURA

VEREADORES ELEITOS EM 03/10/2004

POSSE EM 01/01/2005

EX-PREFEITOS DE SERRINHA DOS PINTOS-RN

01 – Luiz Gonzaga de Queiroz – Chicão
Eleito em 03/10/1996
Posse em 01/01/1997
VICE – Edílson Gomes de Oliveira

02 – Luiz Gonzaga de Queiroz – Chicão
Reeleito em 01/10/2000
Posse em 01/01/12001
VICE – Edílson Gomes de Oliveira
Chicão foi reeleito com 1335 votos, ou seja, obteve 2015 votos, contra apenas 680 do seu opositor Adaumária Fernandes Andrade Neto.
3 - Francisco das Chagas Freitas
Eleito em 03/10/2004

Posse em 01/01/2005
VICE:
LEDIMAR FERNANDES DE QUEIROZ, natural de Martins, nascido a 14 de agosto de 1958
4 - Francisco das Chagas Freitas
Reeleito em 05/10/2008

Posse em 01/01/2009

Francisco das Chagas Freitas, conhecido popularmente por “CHIQUINHO”, natural Martins-RN, nascido a 22 de outubro de 1964, filho de Renato Estevão de Freitas e de Maria Amélia de Freitas, casado com Mércia L. R. de Oliveira, e pai de quatro filhos. Ingressou na política efetivamente no ano de 2000, quando foi eleito vereador pelo município. Durante esse mandato chegou à presidência do Poder Legislativo. Em 3 de outubro de 2004 foi eleito para o topo da política de Serrinha dos Pintos, com 70,71% dos votos, pela legenda do PSB, ou seja, obteve 2.172 votos, contra apenas 886 votos do seu opositor, o ex-deputado estadual Patrício Júnior (PPS).
VICE

FRANCISCO DAS CHAGAS OLIVEIRA, conhecido popularmente por Chicão, natural de Martins, nascido a 5 de agosto de 1958

HISTÓRICO DE SERRINHA DOS PINTOS - RN

SERRINHA DOS PINTOS – Foi fundado em 17 de dezembro de 1893 pelo tenente coronel Agostinho Pinto de Queiroz. Em 1963 a povoação conquistou a condição de Distrito Administrativo em através da Lei nº 6492, de 30 de outubro de 1993 foi emancipado politicamente, desmembrando-se do município de Martins, o qual foi instalado em 1º de janeiro de 1997, que teve como primeiro prefeito o senhor LUIZ GOZANGA DE QUEIROZ, eleito em 3 de outubro de 1997. Seu companheiro de administração foi o senhor EDILSON GOMES DE OLIVEIRA. Com 127,2 km², equivalente a 0,23% sobre o Rio Grande do Norte. Esta a 9 quilômetros de distância de Martins e a 378 de Natal. O autor do Projeto de Lei que originou a Lei nº 6492/93, foi de autoria do deputado estadual JOSE PATRÍCIO DE FIGUEIREDO JÚNIOR, natural de Alexandria-RN, nascido a 2 de outubro de 1947, filho de José Patrício de Figueiredo Neto (ZUCA PATRÍCIO) e de Irene Maia de Figueiredo.

Nos últimos anos do século XVIII, o Tenente-Coronel Agostinho de Queiroz, posseiro da região, decidiu estabelecer moradia na localidade vizinha da Serra de Martins, iniciando o povoamento da área.
O povoamento recebeu o nome de Serrinha dos Pintos, uma referência comparativa entre a serra de menor porte onde está à localidade e a grande Serra de Martins, situada nas proximidades e ao colonizador pioneiro e desbravador, Agostinho Pinto. Com crescimento extremamente lento e a economia sempre voltada para a agricultura, o povoado só veio mesmo a surgir a partir da construção da Capela de Nossa Senhora de Salete, em 1942, pelo padre Valentim, quando as primeiras residências foram construídas ao seu redor.
Em 1985, o povoado de Serrinha dos Pintos recebeu o título de Distrito Administrativo

A Lei provincial nº 441, de 1 de abril de 1859, autorizava o presidente da Província do Rio Grande do Norte, Dr, ANTONIO MARCELINOO NUNES GONÇALVES (22º presidente da Província Potiguar, de 18/04/1858 a 04/10/1859) a despender três contos de réis, na construção do açude no lugar denominado de GRUTA DE ELKIAS. Por motivo, certo, de ordem técnica, veio a ter preferência vizinho de maior número de habitantes, ou seja, a comunidade de SERRINHA DOS PINTOS, abrangendo o sítio Lages, na estrada de Pau dos Ferros. E ainda, por lei nº 958, de 17 de junho de 1883, sancionada pelo então presidente, Dr. JOSÉ MOREIRA DA SILVA , consignava no orçamento provincial, na verba Obras Públicas, a importância de quinhentos mil réis, para a conclusão do açude de Serrinhas dos Pintos, concluído em 1887.

Teria sido Vicente Jorge de Queiroz, elemento preponderante de sua primitiva construção. De capacidade de 500,00 metros cúbicos. Construiu, no entanto, uma fonte de abastecimento d´água durante muitos anos, alimentadora ao mesmo tempo dos sítios vizinhos

A idéia de reconstrução do reservatório público acentuava por vezes, dada a importância que o empreendimento representava para a região serrana. Uma comissão constituída por moradores da Serrinha, tendo à frente o deputado Jocellin Villar de Melo, aproveitando a visita que fizera o governador Aluízio Alves (11/8/1921 – 06/05/2006) ao município de Martins, em julho de 1961, solicitara do chefe do Executivo Estadual a reconstrução do açude de Serrinha dos Pintos, sendo prontamente atendido, o governador mandou proceder aos estudos necessários e organizar o orçamento dos respectivos trabalho. A construção foi iniciada a 17 de dezembro de 1961 e concluída no dia 30 de março de 1962.

A capacidade do açude foi aumentada para 1.500.00 metros cúbicos d’água e a despesa elevaram-se a Cr$ 24.747.666,50. Logo se entendeu amplo e magnífico pato d’água, dando lugar à formação de várias comunidades rurais e de realização de abundante pescarias, o que propiciou aglomeração de habitantes próximas da então futura cidade de Serrinha dos Pintos.

No dia 25 de junho de 2000, a cidade de Serrinha dos Pintos ganhou sua agência dos Correios. Antes dessa conquista a população local era atendida na agência de Martins, criada em 1º de abril de 1818.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

FUNDADOR DE SERRINHA DOS PINTOS-RN

AGOSTINHO JORGE DE QUEIROZ E SÁ, natural de Martins/RN, nascido 21 de abril 1780, terceiro filho de Domingos Jorge de Queiroz e Sá e de Maria Gomes de Queiroz, filha do mesmo cel. Agostinho Fernandes de Queiroz e Francisca Romana do Sacramento. Os pais e as mães eram irmãos, sendo eles, portanto, primos carnais. Agostinho sempre residiu na então povoação de Serrinha dos Pintos (atual cidade criada pela Lei 6.492, de 30 de outubro de 1993, que teve como primeiro prefeito o senhor Luiz Gonzaga de Queiroz, eleito em 03 de outubro de 1996 e reeleito em 1º de outubro de 2000). Tomou parte ativa no motivo revolucionário de 1817, e dada a vitória da legalidade, foi prisioneiro com outros participantes da revolução. Transportado preso para a Bahia, ali permaneceu quatro anos. Anistiando, voltou para Martins, trazendo dali, sementes da jaca, tão produtivas ainda. Todos os historiadores potiguares, sobretudo o saudoso Luiz da Câmara Cascudo (30/12/1898 – 30/07/1986), têm salientado a personalidade deste filho ilustre de Martins, o qual ainda tomou parte em novos movimentos patrióticos, como a organização de um batalhão cívico, de elementos de Martins, Portalegre e Pau dos Ferros, à invasão iminente da fronteira pelos grupos de Pinto Madeira, caudilho cearense, defendendo assim a Província em território distante. E, 1938, o Regente do Império nomeou-o um dos Vice-Presidentes da Província do Rio Grande do Norte. Em 27 de fevereiro de 1842, era empossado como primeiro como primeiro presidente da Câmara Municipal de Maioridade (Martins), governando até 07 de janeiro de 1945, quando passou o cargo para o senhor Domingos Velhos Barreto Júnior.

Agostinho Fernandes (que rejeitou o sobrenome PINTO depois de combater as hostes daquele caudilho invasor, conforme ofício ao Presidente da Província).

Agostinho Fernandes faleceu no dia 06 de março de 1866, tendo sido a maior figura histórica da patriarca e patriota do município de Martins. No termo de óbito, consta que, amortalhado com as insígnias de Tenente-Coronel, teve a cerimônia dos funerais oficiada pelos Berdardinho José de Queiroz (20/08/1820 – 01/01/1884), seu neto, filho de Antônio Fernandes de Queiroz e Sá e de Maria Gomes de Amorim Queiroz e Anísio Torres Bandeira.

Na revolução republicana de 1817, a zona oeste teve relevante atuação, instalando um governo provisório em Portalegre, único município da região naquele tempo, o qual havia sido instalado em 09 de dezembro de 1761. e assim vários patriotas de Portalegre, Martins, Pau dos Ferros e Patu estiveram envolvidos naquele movimento que tinha por objetivo libertar o Brasil do domínio português.

Eis os nomes daqueles idealistas: Agostinho Fernandes de Queiroz (21/04/1780 – 06/03/1866), Padre Gonçalo Borges de Andrade, João Saraiva de Moura, Antônio Ferreira Cavalcanti, Manoel Joaquim Plácido, Padre João Barbosa Cordeiro, Leandro Francisco de Bessa, José Vieira de Barros, Pedro Leite da Silva, Francisco Macal da Costa Melo, José de Sá Cavalcanti, Padre Manoel Gonçalves da Fonte e Felipe Bandeira de Melo.

O Governo revolucionário teve vida efêmera em Portalegre, apenas de 09 dias (de 10 a 19 de maio de 1817), deixando todavia para a posterioridade o exemplo de coragem, abnegação e patriotismo daqueles bravos sertanejos que sacrificaram seus interesses particulares e sua liberdade em defesa dos sagrados princípios de liberdade e soberania nacional cujo registro que os portalegrensses até os dias de hoje te, a grande honra e orgulho de expressar entre eles mesmos e os visitantes – Portalegre já foi capital. Em Natal, a revolução se mantivera de 29 de março a 25 de abril de 1817.

MAIS

MAIS

MAIS

CONCLUSÃO

Quem sou eu

Minha foto
SOU O STRR PMRN JOTA MARIA, NASCIDO NA CIDADE DE MOSSORÓ-RN.AQUI OS OESTANOS VÃO CONHECER A HISTÓRIA DOS MUNICÍPIOS DA MESORREGIÃO . OESTE POTIGUAR. TENHO O MAIOR ORGULHO DE SER MOSSOROENSE E OESTANO DO RIO GRANDE DO NORTE. SOU SOU TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E INTERIOR DO RIO GRANDE DO NORTE

Minha lista de blogs